BE A GIVER NOT A TAKER

segunda-feira, 13 de junho de 2011

DE MALAS PRONTAS!



Hoje em dia viajar e chegar com a bagagem intocada é um desafio. Não mais é raro ouvir que a mala de alguém foi violada, extraviada ou mesmo encontrada na esteira toda rasgada e com a metade das coisas desaparecidas. Que desastre! Especialmente se for aquela mala em que você colocou as melhores compras e os inúmeros presentes. Não fosse suficiente, sabemos que as malas, ao deixarem o compartimento de carga, sofrem  bastante, pois o trabalho dos carregadores é árduo e eles não podem dar um tratamento especial a cada mala que embarcam ou desembarcam.

Desembarque hehehehehe
Há muito adotei a mala rígida, sem zíper, pois na Internet há um vídeo que ensina como abrir e fechá-lo com uma caneta bic. Eu testei e deu certo! Assim, parti, definitivamente, para as malas rígidas da Samsonite, mas existe um grande leque de opções sobre o tema.
Outra coisa que também oferece perigo às nossas malinhas cheias de coisinhas recém compradas é a cor e o modelo. Chega de tanta mesmice nas esteiras rolantes! Malas pretas e azul-marinho oferecem risco, pois são todas iguais e qualquer desavisado pode pegar a sua e sair tranquilo, pois nos aeoroportos não há mais ninguém para conferir os códigos do tickets. Vamos, portanto, às opções:


Estas preciosidades eu encontrei na Printemps, em Paris, e custam, em média, 400 euros. São leves - o que é super importante em tempos de limites de peso -, rígidas e, na hora que caem na esteira rolante... sensação total! Todos buscam com os olhos a dona delas!


Romero Brito fez uma coleção a convite da Samsonite  que ficou espetacular. Uma sensação para quem gosta de ousar e arrazar! Fiz uma postagem anterior sobre essas malas. Veja nos marcadores. 

Outra coleção que eu achei super charmosa foi esta, com as capas da revista ELLE. Super feminina e outra sensação ao cair na esteira do aeroporto! Na Printemps.
Estas são as tradicionais, mas fazem a diferença em função das cores. Uma coisa que se pode colocar nestas malas são os identificadores, tais como fitas coloridas, tags e esponjas. Esta dica - das esponjas -me foi dada por uma grande amiga, Vera Silveira de Sousa, que viaja o mundo todo. Sabe aquelas esponjas de nylon em forma de pompom? Ache uma bem colorida e coloque-a na alça da mala. Você vai vê-la ao longe!


Esponja de nylon



Tags da Vila Objeto na 308 Sul

By Kenny Randon


By Kenny Random

Esta coleção também é um luxo! Sistema de travamento por código que protege a sua mala. Design que sugere uma concha.



A linha Rimowa é uma coqueluche no mercado. As malas são belíssimas, resistentes, leves e a paleta de cores muito elegante.

Linha Platinium Broadway

Mas se você não tem pena de suas malas, ou possui jatinho particular, eis as minhas sugestões:

HERMÈS





Meu escritório
Branquinhas: vão e voltam limpinhas!
Goyard: sem comentários!


LOUIS VUITTON


Na verdade, ao viajarmos devemos fazer de tudo para que nosso passeio seja feliz do início ao fim, e isso inclui estes cuidados. Em realidade, vale tudo, só não vale uma coisa: nada de réplicas, por favor!!!


Réplica não!

Em tempo: uma dica importante. Antes de embarcar, fotografe suas malas no aeroporto, pois se houver dano, você poderá comprovar que elas estavam em perfeitas condições antes da viagem. Recentemente eu tive uma mala parcialmente destruída e, ao chegar, me reportei ao balcão de reclamações, fotografei novamente a mala, já danificada, fiz o relatório e a empresa fez a coleta dela em minha residência e a enviou para uma empresa terceirizada que efetua o conserto, sem ônus para o passageiro. Ficou novinha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

corpo

ONDE VOCÊ ESTÁ?

Locations of visitors to this page

Pesquisar este blog

Páginas